Interrupção de chamada

PREVISÃO

Interrupção de chamada - Café não deve ter safra recorde no Brasil em 2024, avalia Itaú BBA

Segundo a consultoria, houve frustração de parte da florada dos cafezais registrada em novembro, o que deve limitar produção de grãos de arábica

café
Foto: Governo Federal

A safra de café do Brasil 2024/25, que será colhida no ano que vem, não deve superar o recorde histórico de 2020/21, quando o maior produtor e exportador global da commoditycolheu cerca de 70 milhões de sacas de 60 kg, avaliou nesta terça-feira (5) o Itaú BBA.

O gerente da consultoria agro do Itaú BBA, Cesar Alves, disse que houve uma frustração de parte da florada dos cafezais registrada em novembro, o que deve limitar uma produção maior de grãos arábica.

Alves disse que há indicações de que a próxima safra de café do Brasil (2024/25) seja semelhante à registrada no ciclo anterior.

O especialista destacou que o pegamento das floradas de setembro foi satisfatório, mas a floração do mês passado indica que nem todos os frutos vão vingar.

“A planta neste momento deveria segurar esta florada… já não acreditamos que a safra será recorde”, afirmou.

A maior parte da produção de café do Brasil é formada por grãos arábica. Segundo Alves, para um eventual recorde ser registrado, a safra de grãos de canéfora (conilon/robusta) do Brasil deveria crescer mais do que o esperado.

Interrupção de chamada Mapa do site