jogatina

TRANSIÇÃO ENERGÉTICA

jogatina - Investimentos verdes no Brasil podem alcançar R$ 6 bilhões

Um dos principais destaques é o Arco da Restauração da Amazônia, um projeto que visa financiar a recuperação de 24 milhões de hectares da floresta amazônica brasileira até 2050

Amazônia, COP28, investimento, Brasil
Foto: Guilherme Noronha/Embrapa

O financiamento climático é um dos principais temas em discussão na COP28, que está ocorrendo em Dubai, nos Emirados Árabes, até 12 de dezembro.

No Brasil, acordos entre bancos internacionais e o BNDES podem resultar em mais de 6 bilhões de reais em investimentos verdes.

Um dos principais destaques é o Arco da Restauração da Amazônia, um projeto que visa financiar a recuperação de 24 milhões de hectares da floresta amazônica brasileira até 2050.

O BNDES deu o primeiro passo ao anunciar um investimento inicial de 1 bilhão. Os demais recursos serão obtidos por meio de um edital que combinará financiamentos de países, empresas e governos.

Outro acordo importante foi firmado entre o BNDES e o Banco Mundial.

“O memorando de entendimento prevê a cooperação entre os bancos para o desenvolvimento de projetos de financiamento verde no Brasil, incluindo a produção de hidrogênio de baixo carbono, energia solar e eólica, e eficiência energética. Esse acordo pode resultar em até R$ 6,5 bilhões em investimentos”, afirma Natalia Dias, diretora Mercado de Capitais e Finanças Sustentáveis do BNDES.

O governo federal estima que a produção de combustíveis sustentáveis deve atrair mais de R$ 200 bilhões em investimentos para o Brasil até 2037.

“O projeto Combustível do Futuro, enviado pelo presidente Lula ao Congresso Nacional, prevê uma série de incentivos para a produção de combustíveis sustentáveis, como biodiesel, etanol e hidrogênio verde”, diz o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira.

O jogatina acompanha a COP28 com apoio de Portos do Paraná, OCB, CNA/Senar e ApexBrasil

jogatina Mapa do site