Dragão Tigre

Mercado e Cia

Dragão Tigre - ‘Medida pode prejudicar investimento e afastar empresas’

O comentarista Miguel Daoud analista a decisão do governo federal de reduzir o percentual de mistura do produto ao diesel

A decisão de diminuir o percentual de mistura do biodiesel ao diesel, de 13% para 10%, do governo federal foi péssima. Na avaliação do comentarista Miguel Daoud, o mundo tudo caminha para um modelo de energia sustentável e o governo rema na direção oposta ao agir assim.

O comentarista lembra que vai além do meio ambiente: o uso de energias limpas pode ser determinante para reduzir os casos de doenças respiratórias no país. Logo, também é questão de saúde pública.

Do ponto de vista de mercado, este tipo de mudança brusca tira a previsibilidade do mercado, pois as indústrias que investiram para produzir sofrerão com uma demanda menor de repente.

Isso também pode levar à menor produção de farelo de soja, que é usado para alimentar animais. Diante disso, os custos para os criadores podem aumentar. “Estamos vendo o milho caminhando para mais de R$ 100, é uma situação bastante desconfortável”, diz.

Segundo ele, a política de preços da Petrobras precisa ser revista, porque basear as cotações dos combustíveis com base no mercado internacional é para países que não extraem petróleo.

“Empresas de veículos elétricos estão indo embora, porque não temos uma política sustentável para veículos. A Mercedes está indo embora para a China, Europa, porque lá tem previsibilidade”, diz.

Dragão Tigre Mapa do site