blaze

CHOVE MUITO OU CHOVE POUCO?

blaze - Como será o clima no Brasil em dezembro? Inmet dá a letra!

Instituto Nacional de Meteorologia indica como deve ser o regime de chuva durante o mês em todo o país

chuva, sol, tempo, clima, Inmet
Foto: Pixabay

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) divulgou nesta semana a previsão do tempo para o mês de dezembro no Brasil. 

De acordo com o órgão vinculado ao Ministério da Agricultura, o volume de chuva deve ficar próximo ou abaixo da média para o período em áreas da região Norte, como o oeste do Amazonas, leste do Pará e Tocantins.

O mesmo vale para grande parte da região Nordeste, também com volumes previstos inferiores a 200 mm.

Já a porção leste do Nordeste permanecerá em seu período seco, com acumulados que não devem ultrapassar 100 mm.

  • Confira na palma da mão informações quentes sobre agricultura, pecuária, economia e previsão do tempo: siga o blaze no Whatsapp!

A indicação do Inmet é de que grande parte das regiões Centro-Oeste e Sudeste terá chuvas acima da média e mais regulares. Os volumes podem superar 300 mm em áreas de Mato Grosso,Goiás, centro-sul de Minas Gerais, nordeste de São Paulo e sul do Rio de Janeiro. 

No norte dos estados de Goiás, Minas Gerais e Espírito Santo, todavia, as chuvas previstas poderão ficar abaixo da média, com volumes inferiores a 200 mm.

Para a região Sul, ainda são previstas chuvas acima da média no Paranáe em Santa Catarina, onde são previstos volumes acima de 180 mm. Volumes inferiores a esses são previstos para o centro-sul do Rio Grande do Sul, onde as chuvas devem ser próximas ou ligeiramente abaixo da média.

mapa de chuvas em dezembro, de acordo com o Inmet

Clima em dezembro e impacto na safra

O prognóstico climático do Inmet para o mês de dezembro de 2023 e seu possível impacto na safra 2023/24 para as diferentes regiões produtoras indica que em áreas do Matopiba (região que engloba porções dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), os baixos volumes de chuva previstos ainda manterão baixos os níveis de água no solo. 

As exceções são áreas do sul de Tocantins e do extremo sudoeste da Bahia, onde haverá uma ligeira recuperação da umidade no solo. Essa condição poderá afetar a evolução do plantio e desenvolvimento inicial dos cultivos de primeira safra que já estão em andamento.

Em grande parte do Brasil central, informa o Inmet, o retorno gradual das chuvas está sendo importante para a recuperação do armazenamento de água no solo, especialmente em áreas do norte de Mato Grosso e sul de Goiás. 

No geral, a umidade no solo será favorável para a semeadura e o desenvolvimento dos cultivos de primeira safra. Exceto em áreas do norte de Minas Gerais e do Espírito Santo, bem como no noroeste do Mato Grosso do Sul e sudoeste de Mato Grosso, onde os níveis de umidade poderão ser mais baixos.

No Sul, os níveis de água no solo podem continuar elevados e beneficiar as fases iniciais dos cultivos de primeira safra. Contudo, em algumas áreas, o excesso de chuvas poderá resultar em excedente hídrico e encharcamento do solo, impactando a colheita dos cultivos de inverno e impedindo o avanço da semeadura dos cultivos de primeira safra.

Temperatura

A previsão também indica que as temperaturas deverão ficar acima da média em grande parte do país. Isso vale principalmente para o leste da região Norte e para grande parte do Nordeste, onde as temperaturas médias podem superar 28 ºC. 

O Instituto Nacional de Meteorologia ressalta que a ocorrência de dias consecutivos com chuva no oeste da região Sul poderá amenizar as temperaturas, chegando a valores inferiores a 24°C.

blaze Mapa do site